Melhores filmes 2000-2009

Por André Dick

Imagem.Melhores filmes 2000.2009.CinematographeCom o intuito de organizar uma seleção de filmes da década de 2000, assim como aconteceu em relação aos anos 80 e 90, é apresentada, aqui, uma lista de melhores a cada ano, de 2000 a 2009, cada uma seguida por menções honrosas. O cinema dos anos 2000 é caracterizado por apresentar o cinema asiático de uma maneira que nunca havia acontecido em décadas anteriores.
Cineastas vindos de Taiwan (Apichatpong Weerasethakul), da China (Jia Zhangkhe), do Japão (Wong Kar-Wai, Hirokazu Koreeda, Katsuhito Ishii), da Coreia do Sul (Joon-ho Bong), da Malásia (Tsai Ming-Liang) foram correntes nessa década, em que o cinema norte-americano também continuou abrindo espaço para diretores estrangeiros, a exemplo de Ang Lee, Werner Herzog, Alfonso Cuarón, Wim Wenders, Paul Verhoeven e Guillermo del Toro.
Na Turquia, surgiu Nuri Bilge Ceylan, na Tunísia Abdellatif Kechiche, e, na Índia, Tarsem Singh.
Ainda no México, como Cuarón e Del Toro, surgiram Carlos Reygadas e Alejandro González Iñarritu.
Também teve destaque o cinema iraniano, com cineastas como Abbas Kiarostami e Jafar Panahi.
Cineastas que começaram produzindo nos anos 70, 80 e 90 continuaram a mostrar seus filmes, como David Lynch, Martin Scorsese, Steven Spielberg, Tim Burton, David Cronenberg, Oliver Stone, Woody Allen, William Friedkin, Joel e Ethan Coen, James Cameron, Michael Mann, Gus Van Sant, Brian De Palma, Robert Altman, Ron Howard, Jim Jarmusch e Clint Eastwood. Numa retrospectiva, chamou atenção como o trabalho de Ridley Scott nos anos 2000 equivale, em qualidade, ao que mostrou entre Os duelistas e A lenda, nos anos 70 e 80. Entre os anos 2000 e 2009, de cineastas que não haviam se afirmado tanto anteriormente, estão Kathryn Bigelow e M. Night Shyamalan.
O austríaco Michael Haneke retomou seu trabalho firmado nos anos 90 principalmente por meio do Festival de Cannes, assim como os irmãos Dardenne e Lars von Trier. O espanhol Pedro Almodóvar prosseguiu sua trajetória com obras fortes, a exemplo de Fale com ela. O francês Jean-Pierre Jeunet, depois de uma década de 90 interessante, apresentou uma personagem chamada Amélie Poulain. Outro francês, Gaspar Noé, apostou na polêmica de suas obras, como, em outro patamar, François Ozon. E Cristopher Honoré e Céline Sciamma seguiram a linha de uma visão da juventude.
A geração ligada ao cinema indie dos anos 90 continuou seu trabalho nos anos 2000: Quentin Tarantino, Wes Anderson, Paul Thomas Anderson, Darren Aronofsky, Alexander Payne, Spike Jonze, Hal Hartley, Richard Linklater, Sofia Coppola e Todd Solondz. David Fincher confirmou seu talento já entrevisto nos anos 90 em filmes como Seven. Surgiram Greg Mottola, com sua visão de juventude, assim como Judd Apatow, depois da série Freaks and geeks, com uma comédia baseada em situações familiares. Noah Baumbach surgiu escrevendo roteiros com Wes Anderson e logo enveredou por uma trajetória própria sólida, assim como David O. Russell.
Também nos Estados Unidos, surgem cineastas com inclinação para o espetáculo, como Peter Jackson, J.J. Abrams, Cristopher Nolan, Bryan Singer e Zack Snyder, outros para o drama cotidiano, como Jason Reitman e Kelly Reichardt, ou drama histórico ou atual, com James Gray, e ainda para elementos de ficção científica no cotidiano, a exemplo de Richard Kelly.
Charlie Kaufman fez uma parceria exitosa com Michel Gondry, outra revelação vinda dos videoclipes, e fez seu próprio filme.
Os irmãos Wachowski tentaram avançar em seus experimentos com as continuações de Matrix e com Speed Racer, enquanto os irmãos Peter e Bobby Farrelly continuaram a atuar no campo da comédia.
O inglês Terry Gilliam, o sueco Lukas Moodysson e o alemão Tom Tykwer trouxeram experimentos estranhos, entre o fantástico, o histórico e o familiar. Da Inglaterra, passaram a se destacar Guy Ritchie, Lenny Abrahamson, Stephen Daldry, Steven McQueen e Edgar Wright. Da Holanda, Anton Corbijn.
No Canadá, surgiram Denis Villeneuve e o jovem cineasta Xavier Dolan, e Atom Egoyan voltou a filmar em grande quantidade.
Na Austrália, manteve sua trajetória Jane Campion, e Baz Luhrmann se firmou, assim como Greg Mclean.
E, no universo da animação, apesar da presença da Pixar, foi Hayao Miyazaki quem continuou se destacando. Entre os cineastas brasileiros, Walter Salles e Fernando Meirelles fizeram carreira internacional. Assinala-se o surgimento de cineastas como Laís Bodanzky, Jorge Furtado, José Padilha, Anna Muylaert e Cláudio Assis.
Antes da lista dos melhores filmes de 2000-2009, segue uma de obras com diretores, atores, atrizes dos quais gosto, ou que suscitaram (e ainda suscitam) uma grande recepção, alguns deles ganhando prêmios importantes, igualmente vistos. Se há filmes que apreciamos em minoria, há outros que parecem receber elogios acima do que percebemos. Alguns que estavam nessa lista, quando revistos, foram para a lista de melhores e de menções honrosas. Alguns desses eu gostaria de assistir novamente, para ver se realmente não possuem um valor não visto na primeira ou segunda sessão, e outros eu considero que possuem um estilo e uma condução que não me atrairiam para uma nova visão. Seleciono esses por considerar que eles possuem, de qualquer modo, uma importância para o cinema dos anos 2000, em maior ou menor escala, e que possuem – como todos os filmes – pequenos ou grandes admiradores, alguns recebendo, inclusive, um status de cult:

X-Men (2000), Código desconhecido (2000), A máquina do tempo (2000), Antes de anoitecer (2000), Revelação (2000), Corpo fechado (2000), Do que as mulheres gostam (2000), Planeta vermelho (2000), A praia (2000), O pântano (2001), Moulin Rouge (2001), Assassinato em Gosford Park (2001), Que horas são? (2001), O quarto do filho (2001), Caramuru – A invenção do Brasil (2001), Millenium Mambo (2001), 15 minutos (2001), Dragonfly (2001), A mexicana (2001), A professora de piano (2001), Minority Report (2002), Confissões de uma mente perigosa (2002), Ararat (2002), Ali (2002), Durval Discos (2002), Femme fatale (2002), Para sempre Lylia (2002), Gerry (2002), Sinais (2002), Vida que segue (2002), Full frontal (2002), Spider (2002), Correndo atrás do diploma (2002), Herói (2002), Eternamente sua (2002), Alex & Emma (2002), Escola do rock (2003), O amor custa caro (2003), Identidade (2003), Abaixo o amor (2003), As invasões bárbaras (2003), O apanhador de sonhos (2003), Oldboy (2003), Uma saída de mestre (2003), Ouro carmim (2003), Os sonhadores (2003), X-Men 2 (2003), Duplex (2003), O segredo de Charlie (2003), Matadores de velhinhas (2004), Quarteto fantástico (2004), Mal dos trópicos (2004), O clã das adagas voadoras (2004), Closer (2004), Meu tio matou um cara (2004), A lenda do tesouro perdido (2004), A inveja mata (2004), Má educação (2004), Tudo acontece em Elizabethtown (2005), Match Point (2005), Syriana (2005), Plano de voo (2005), O Código Da Vinci (2005), Stay (2005), Últimos dias (2005), A vida dos outros (2006), O hospedeiro (2006), A dama na água (2006), Instinto selvagem 2 (2006), Diamante de sangue (2006), Cartas de Iwo Jima (2006), Borat (2006), Old joy (2006), Perfume (2006), Reprise (2006), Filhos da esperança (2006), Um plano perfeito (2006), Juno (2007), Sunshine – Alerta solar (2007), Eu sou a lenda (2007), The bucket list (2007), Eles, os vivos (2007), Quem quer ser um milionário? (2008), 35 doses de rum (2008), Vidas que se cruzam (2008), Deixa ela entrar (2008), As duas faces da lei (2008), Os indomáveis (2008), Horas de verão (2008), Gomorra (2008), Um sonho possível (2009), Os homens que encaravam as cabras (2009), Presságio (2009), Dente canino (2009), Sr. Ninguém (2009), Tetro (2009).

Como observado na lista aos melhores filmes dos anos 1980 e 1990, alguns filmes que não agradam na primeira visão se mostram interessantes e até mesmo indispensáveis quando revisitados. Do mesmo modo, outros que a princípio parecem indispensáveis, com o passar dos anos parecem ter o impacto reduzido e se tornam menos importantes. A premissa de que um filme é bom ou fraco muitas vezes varia, mas a distância dos anos parece ser a melhor maneira de constatar isso. Os anos de cada filme estão de acordo com o IMDb, com raras exceções.
Espera-se que as listas levem você, cinéfilo e leitor, a rever ou descobrir alguns desses filmes.

Melhores filmes.Cinematographe.2000

1. As coisas simples da vida (Edward Yang)
2. Dançando no escuro (Lars von Trier)
3. Gladiador (Ridley Scott)
4. Bem-vindos (Lukas Moodysson)
5. Réquiem para um sonho (Darren Aronofsky)
6. Náufrago (Robert Zemeckis)
7. Garotos incríveis (Curtis Hanson)
8. O tigre e o dragão (Ang Lee)
9. O auto da Compadecida (Guel Arraes)
10. O homem sem sombra (Paul Verhoeven)

***

11. Erin Brokovich (Steven Soderbergh) 12. Quase famosos (Cameron Crowe) 13. Amor à flor da pele (Wong Kar-Wai) 14. Plataforma (Jia Zangkhe) 15. Traffic (Steven Soderbergh) 16. Snatch (Guy Ricthie) 17. Dr. T. e as mulheres (Robert Altman) 18. Amores brutos (Alejandro González Iñarritu) 19. Entrando numa fria (Jay Roach) 20. Villa-Lobos (Zelito Viana)

***

Menções honrosas: Alta fidelidade (Stephen Frears), As harmonias de Werckmeister (Béla Tarr), Chocolate (Lasse Hallström), Tolerância (Carlos Gerbase), Encontrando Forrester (Gus van Sant), Duas vidas (Jon Turteltaub), Psicopata americano (Mary Harron), Billy Elliott (Stephen Daldry), Eu, eu mesmo e Irene (Peter e Bobby Farrelly), Amnésia (Cristopher Nolan), UK 571 – A batalha do Atlântico (Jonathan Mostow), O peso da água (Kathryn Bigelow), Um homem de família (Brett Ratner), Sexy beast (Jonathan Glazer), 28 dias (Betty Thomas), Tenha fé (Edward Norton), O sexto dia (Roger Spottiswoode), Shaft (John Singleton), Missão: Marte (Brian De Palma)

Melhores filmes.Cinematographe.2001.2

1. Os excêntricos Tenenbaums (Wes Anderson)
2. Cidade dos sonhos (David Lynch)
3. O senhor dos anéis – A sociedade do anel (Peter Jackson)
4. Donnie Darko (Richard Kelly)
5. O fabuloso destino de Amélie Poulain (Jean-Pierre Jeunet)
6. Ghost World (Terry Zwigoff)
7. Abril despedaçado (Walter Salles)
8. A espinha do diabo (Guillermo del Toro)
9. O amor é cego (Peter e Bobby Farrelly)
10. CQ (Roman Coppola)

***

11. Bicho de sete cabeças (Laís Bodansky) 12. E sua mãe também (Alfonso Cuarón) 13. Chegadas e partidas (Lasse Hallström) 14. Os outros (Alejandro Amenábar) 15. O homem que não estava lá (Joel e Ethan Coen) 16. Falcão negro em perigo (Ridley Scott) 17. O escorpião de Jade (Woody Allen) 18. O diário de Bridget Jones (Sharon Maguire) 19. Inteligência artificial (Steven Spielberg) 20. Dia de treinamento (Antoine Fuqua)

***

Menções honrosas: Cine Majestic (Frank Darabont) Entre quatro paredes (Todd Field), A promessa (Jack Nicholson), Tá todo mundo louco (Jerry Zucker), O invasor (Beto Brant), Um ato de coragem (Nick Cassavetes), Um anjo rebelde (Nick Castle), A última ceia (Marc Forster), Tempo de recomeçar (Irwin Winkler), Harry Potter e a pedra filosofal (Chris Columbus), Os queridinhos da América (Joe Roth), A cartada final (Frank Oz), Vanilla Sky (Cameron Crowe), Domésticas (Fernando Meirelles e Nando Olival), Zoolander (Ben Stiller), Planeta dos macacos (Tim Burton), A viagem de Chihiro (Hayao Miyazaki), O assalto (David Mamet), Escrito nas estrelas (Peter Chelsom), K-Pax (Ian Softley), Iris (Richard Eyre), Kate e Leopold (James Mangold), Pulse (Kiyoshi Kurosawa), Amores possíveis (Sandra Werneck), Vida bandida (Barry Levinson), O closet (Francis Veber), Uma lição de amor (Jessie Nelson), Doce novembro (Pat O’Connor), Evolução (Ivan Reitman)

Melhores filmes.Cinematographe.2002

1. Cidade de Deus (Fernando Meirelles)
2. As confissões de Schmidt (Alexander Payne)
3. O senhor dos anéis –  As duas torres (Peter Jackson)
4. Fale com ela (Pedro Almodóvar)
5. Arca russa (Alexander Sukorov)
6. Irreversível (Gaspar Noé)
7. Distante (Nuri Bilge Ceylan)
8. As horas (Stephen Daldry)
9. Regras da atração (Roger Avary)
10. Retratos de uma obsessão (Mark Romanek)

***

11. Japão (Carlos Reygadas) 12. Adaptação (Spike Jonze) 13. O pianista (Roman Polanski) 14. Longe do paraíso (Todd Haynes) 15. Dirigindo no escuro (Woody Allen) 16. K – 19 (Kathryn Bigelow) 17. Narc (Joe Carnahan) 18. O romance de Morvern Callar (Lynne Ramsay) 19. A última noite (Spike Lee) 20. Prenda-me se for capaz (Steven Spielberg)

***

Menções honrosas: Estrada para perdição (Sam Mendes), Peso morto (Alain Berbérian, Frédéric Forestier), Um grande garoto (Chris Weitz), 8 Mile – Rua das ilusões (Curtis Hanson), Uma mente brilhante (Ron Howard), A estranha família de Igby (Burr Steers), Star Wars II – O ataque dos clones (George Lucas), Bellini e a esfinge (Roberto Santucci), Casamento grego (Joel Zwick), Embriagado de amor (Paul Thomas Anderson), A era do gelo (Chris Wedge, Carlos Saldanha), Infidelidade (Adrian Lyne), Voltando a viver (Denzel Washington), Houve uma vez dois verões (Jorge Furtado), Por um sentido na vida (Miguel Arteta), Equilibrium (Kurt Wimmer), Gangues de Nova York (Martin Scorsese), Dragão vermelho (Brett Ratner), O chamado (Gore Verbinski), O crime do padre Amaro (Carlos Carrera), Ônibus 174 (José Padilha), Cálculo mortal (Barbet Schroeder), Fora de controle (Roger Michell), Insônia (Cristopher Nolan), Códigos de guerra (John Woo), Dívidas de sangue (Clint Eastwood), Tudo ou nada (Mike Leigh), Ken Park (Larry Clark, Edward Lachman), Crimes em primeiro grau (Carl Franklin), Amor à segunda vista (Marc Lawrence), Chicago (Rob Marshall), Por um fio (Joel Schumacher), Solaris (Steven Soderbergh), Secretária (Steven Shainberg), The Strokes – In transit (Juliet Joslin), Reino de fogo (Rob Bowman), Frida (Julie Taymor), Cabin fever (Eli Roth), O quarto do pânico (David Fincher)

Melhores filmes.Cinematographe.2003

1. O senhor dos anéis – O retorno do rei (Peter Jackson)
2. Memórias de um assassino (Joon-ho Bong)
3. Casa de areia e névoa (Vadim Perelman)
4. 21 gramas (Alejandro González Iñárritu)
5. Alguém tem que ceder (Nancy Meyers)
6. Adeus, Dragão Inn (Tsai Ming-Liang)
7. Moça com brinco de pérola (Peter Webber)
8. Adeus, Lênin (Wolfgang Becker)
9. Swimming Pool – À beira da piscina (François Ozon)
10. Anti-herói americano (Shari Springer Berman, Robert Pulcini)

***

11. Elefante (Gus van Sant) 12. Igual a tudo na vida (Woody Allen) 13. Matrix revolutions (Andy Wachowski, Lana Wachowski) 14. O homem que copiava (Jorge Furtado) 15. Dogville (Lars von Trier) 16. Hulk (Ange Lee) 17. As bicicletas de Belleville (Sylvain Chomet) 18. Tratamento de choque (Peter Segal) 19. O último samurai (Edward Zwick) 20. Papai Noel às avessas (Terry Zwigoff)

***

Menções honrosas: Amarelo manga (Cláudio Assis), Sobre meninos e lobos (Clint Eastwood), Seabiscuit (Gary Ross), O novato (Roger Donaldson), A vida de David Gale (Alan Parker), O recruta (Roger Donaldson), Peixe grande (Tim Burton), O homem do ano (José Henrique Fonseca), Peter Pan (P.J. Hogan), Simplesmente amor (Richard Curtis), Voando alto (Bruno Barreto), O júri (Gary Fleder), Um duende em Nova York (Jon Favreau), Os vigaristas (Ridley Scott), Jogo de risco (William ‘Bill’ Phillips), Dom (Moacyr Góes), Todo mundo em pânico 3 (David Zucker), O mundo de Leland (Matthew Ryan Hoge), Cold Mountain (Anthony Minguella), Sylvia (Christine Jeffs), Por um triz (Carl Franklin), Harry Potter e o cálice de fogo (Mike Newell), Aos treze (Catherine Hardwicke), Primavera, verão, outono, inverno… e primavera (Ki-duk Kim), Encontros e desencontros (Sofia Coppola), Carandiru (Hector Babenco), Matrix reloaded (Andy Wachowski, Lana Wachowski), Procurando Nemo (Andrew Stanton, Lee Unkrich), O exterminador do futuro 3 – A rebelião das máquinas (Jonathan Mostow), Crimes de um detetive (Keith Gordon), Kill Bill – Vol. I (Quentin Tarantino), Medo (Jee-woon Kim), Uma saída de mestre (F. Mary Gray), O agente da estação (Thomas McCarthy), Lisbela e o prisioneiro (Guel Arraes)

Melhores filmes.Cinematographe.2004

1. O castelo animado (Hayao Miyazaki)
2. O sabor do chá (Katsuhito Ishii)
3. Sideways (Alexander Payne)
4. O mundo (Jia Zhangke)
5. A vida marinha com Steve Zissou (Wes Anderson)
6. Kill Bill – Vol. II (Quentin Tarantino)
7. 2046 (Wong Kar-Wai)
8. Meu amor de verão (Pawel Pawlikowksi)
9. Huckabees – A vida é uma comédia (David O. Russell)
10. O silêncio de Melinda (Jessica Sharzer)

***

11. Hora de voltar (Zach Braff) 12. Tartarugas podem voar (Bahman Ghobadi) 13. Reencarnação (Jonathan Glazer) 14. Fahrenheit 9/11 (Michael Moore) 15. Primer (Shane Carruth) 16. Clean (Olivier Assayas) 17. Todo mundo quase morto (Edgar Wright) 18. Hotel Ruanda (Terry George) 19. Antes do pôr do sol (Richard Linklater) 20. A queda (Oliver Hirschbiegel)

***

Menções honrosas: Menina de ouro (Clint Eastwood), Diário de uma paixão (Nick Cassavetes), Napoleon Dynamite (Jared Hess), Espanglês (James L. Brooks), Diários de motocicleta (Walter Salles), Homem- aranha 2 (Sam Raimi), Em boa companhia (Paul Weitz), Somersault (Cate Shortland), Troia (Wolfgang Petersen), Hellboy (Guillermo del Toro), Melinda e Melinda (Woody Allen), Kung-fusão (Stephen Chow), Brilho eterno de uma mente sem lembranças (Michel Gondry), Harry Potter e o prisioneiro de Azkaban (Alfonso Cuarón), Colateral (Michael Mann), Edukators (Hans Weingartner), Mistérios da carne (Gregg Araki), O terminal (Steven Spielberg), Quero ficar com Polly (John Hamburg), Crash (Paul Haggis), Redentor (Cláudio Torres), Onze homens e um segredo (Steven Soderbergh), O aviador (Martin Scorsese), Como se fosse a primeira vez (Peter Segal), Em busca da terra do nunca (Marc Forster), A paixão de Cristo (Mel Gibson), Shreck 2 (Andrew Adamson, Kelly Asbury, Conrad Vernon), A vila (M. Night Shyamalan), O fantasma da ópera (Joel Schumacher), Eterno amor (Jean Pierre-Jeunet), Os incríveis (Brad Bird), Desventuras em série (Brad Silberling)

Melhores filmes.Cinematographe.2005.3

1. Caché (Michael Haneke)
2. Cruzada (Ridley Scott)
3. A lula e a baleia (Noah Baumbach)
4. Johnny & June (James Mangold)
5. Estrela solitária (Wim Wenders)
6. A criança (Jean-Pierre e Luc Dardenne)
7. A ponta de um crime (Rian Johnson)
8. King Kong (Peter Jackson)
9. O virgem de 40 anos (Judd Apatow)
10. Batalha no céu (Carlos Reygadas)

***

11. Munique (Steven Spielberg) 12. O jardineiro fiel (Fernando Meirelles) 13. Batman begins (Cristopher Nolan) 14 Marcas da violência (David Cronenberg) 15. Star Wars – A vingança dos Sith (George Lucas) 16. Flores partidas (Jim Jarmursh) 17. Guerra dos mundos (Steven Spielberg) 18. O segredo de Brokeback Mountain (Ang Lee) 19. A luta pela esperança (Ron Howard) 20. Boa noite e boa sorte (George Clooney)

***

Menções honrosas: O guia do mochileiro das galáxias (Gareth Jennings), Beijos e tiros (Shane Black), Funky Forest – O confronto final (Katsuhito Ishii), O sol de cada manhã (Gore Verbinski), O novo mundo (Terrence Malick), Em seu lugar (Curtis Hanson), Wolf Creek (Greg Mclean), As crônicas de Nárnia (Andrew Adamson), Água negra (Walter Salles), O vale proibido (David Jacobson), Cidade baixa (Sérgio Machado), Os irmãos Grimm (Terry Gilliam), Retratos de família (Phil Morrison), A intérprete (Sidney Pollack), Harry Potter e o cálice de fogo (Mike Newell), V de vingança (James McTeigue), Tideland (Terry Gilliam), Tudo em família (Thomas Bezucha), Amor em jogo (Peter e Bobby Farrelly), Tapete vermelho (Luis Alberto Pereira), Amores constantes (Phillipe Garrell), Constantine (Francis Lawrence), De repente é amor (Nigel Cole), Obrigado por fumar (Jason Reitman), Voo noturno (Wes Craven), Verdade nua (Atom Egoyan), A fantástica fábrica de chocolate (Tim Burton)

Melhores filmes.Cinematographe.2006

1. Império dos sonhos (David Lynch)
2. Em busca da vida (Jia Zhangke)
3. Serras da desordem (Andrea Tonacci)
4. Dália negra (Brian De Palma)
5. Maria Antonieta (Sofia Coppola)
6. Pequena miss Sunshine (Jonathan Dayton, Valerie Faris)
7. Síndromes e um século (Apichatpong Weerasethakul)
8. Babel (Alejandro González Iñárritu)
9. Volver (Pedro Almodóvar)
10. Fora do jogo (Jafar Panahi)

***

11. Climas (Nuri Bilge Ceylan) 12. Miami Vice (Michael Mann) 13. O sobrevivente (Werner Herzog) 14. Apocalypto (Mel Gibson) 15. Um bom ano (Ridley Scott) 16. Missão: impossível III (J.J. Abrams) 17. Sonhando acordado (Michel Gondry) 18. 007 – Cassino Royale (Martin Campbell) 19. Rocky Balboa (Sylvester Stallone) 20. Nacho libre (Jared Hess)

***

Menções honrosas: O diabo veste prada (David Frankel), Viagem maldita (Alexandre Aja), The fall (Tarsem Singh), Superman – O retorno (Bryan Singer), Medos privados em lugares públicos (Alain Resnais), A era do gelo 2 (Carlos Saldanha), Mais estranho que a ficção (Marc Forster), Um beijo a mais (Tony Goldwyn), World Trade Center (Oliver Stone), Southland Tales (Richard Kelly), Voo 193 (Paul Greengrass), Half Nelson (Ryan Fleck), As férias da minha vida (Wayne Wang), Silent Hill (Cristophe Gans), Cães assassinos (Nicholas Mastrandea), A fonte (Darren Aronofsky), Apenas uma vez (John Carney), O labirinto do fauno (Guillermo del Toro), A rainha (Stephen Frears), Flanders (Bruno Dumont), O grande truque (Cristopher Nolan), A casa monstro (Gil Kenan), A espiã (Paul Verhoeven), Possuídos (William Friedkin), Nação fast food – Uma rede de corrupção (Richard Linklater), Paprika (Satoshi Kon)

Melhores filmes.Cinematographe.2007

1. Zodíaco (David Fincher)
2. Sangue negro (Paul Thomas Anderson)
3. 4 meses, 3 semanas e 2 dias (Cristian Mungiu)
4. Onde os fracos não têm vez (Joel e Ethan Coen)
5. Viagem a Darjeeling (Wes Anderson)
6. Luz silenciosa (Carlos Reygadas)
7. Letra e música (Marc Lawrence)
8. O gângster (Ridley Scott)
9. Rocket science (Jeffrey Blitz)
10. Lírios-d’água (Céline Sciamma)

***

11. Boarding gate (Olivier Assayas) 12. Paranoid Park (Gus van Sant) 13. O segredo do grão (Abdellatif Kechiche) 14. Controle – A vida de Ian Curtis (Anton Corbijn) 15. Antes que o diabo saiba que você está morto (Sidney Lumet) 16. Superbad – É hoje (Greg Mottola) 17. Chumbo grosso (Edgard Wright) 18. O sonho de Cassandra (Woody Allen) 19. A família Savage (Tamara Jenkins) 20. Garage (Lenny Abrahamson)

***

Menções honrosas: O ultimato Bourne (Paul Greengrass), Leões e cordeiros (Robert Redford), Mandela – A luta pela liberdade (Bille August), Saneamento básico – O filme (Jorge Furtado), Beowulf (Robert Zemeckis), Temos vagas (Nimród Antal), Do outro lado (Fatih Akin), Morte súbita (Greg Mclean), Tropa de elite (José Padilha), O nevoeiro (Frank Darabont), Senhores do crime (David Cronenberg), Na natureza selvagem (Sean Penn), Ratatouille (Brad Bird e Jan Pinkava), Desejo e reparação (Joe Wright), O escafandro e a borboleta (Julian Schnabel), O assassinato de Jesse James pelo covarde Robert Ford (Andrew Dominik), Desejo e perigo (Ang Lee), Sem reservas (Scott Hicks), Antes só do que mal casado (Peter e Bobby Farrelly), Jogos do poder (Mike Nichols), Hotel Chevalier (Wes Anderson), Margot e o casamento (Noah Baumbach), A hora do rush 3 (Brett Ratner), Invasores (Oliver Hirschbiegel e James McTeigue), Um beijo roubado (Wong Kar-Wai), The go-getter (Martin Hynes)

Melhores filmes.Cinematographe.2008

1. Andando (Hirokazu Koreeda)
2. O curioso caso de Benjamin Button (David Fincher)
3. O silêncio de Lorna (Jean-Pierre e Luc Dardenne)
4. Frost/Nixon (Ron Howard)
5. Sinédoque, Nova York (Charlie Kaufman)
6. Wendy e Lucy (Kelly Reichardt)
7. Valsa com Bashir (Ari Folman)
8. O casamento de Rachel (Jonathan Demme)
9. Linha de passe (Walter Salles)
10. Entre os muros da escola (Laurent Cantent)

***

11. Ponyo – Uma amizade que veio do mar (Hayao Miyazaki) 12. Ensaio sobre a cegueira (Fernando Meirelles) 13. Kung-fu Panda (Mark Osborne e John Stevenson) 14. Amantes (James Gray) 15. Guerra ao terror (Kathryn Bigelow) 16. A bela Junie (Christophe Honoré) 17. Mamma mia! (Phyllida Lloyd) 18. Operação Valquíria (Bryan Singer) 19. Última parada 174 (Bruno Barreto) 20. Indiana Jones e o reino da caveira de cristal (Steven Spielberg)

***

Menções honrosas: Fim dos tempos (M. Night Shyamalan), Sim, senhor (Peyton Reed), Lemon tree (Eran Riklis), Milk (Gus van Sant), W (Oliver Stone), Rede de mentiras (Ridley Scott), Queime depois de ler (Joel e Ethan Coen), Foi apenas um sonho (Sam Mendes), Era uma vez… (Breno Silveira), Cloverfield (Matt Reeves), Dúvida (John Patrick Shanley), 24 city (Jia Zhangke), Batman – O cavaleiro das trevas (Cristopher Nolan), Vicky Cristina Barcelona (Woody Allen), Afterschool (Antonio Campos), Gran Torino (Clint Eastwood), Austrália (Baz Luhrmann), Homem de ferro (Jon Favreau), Na mira do chefe (Martin McDonagh), Lóki (Paulo Henrique Fontenelle), Adoração (Atom Egoyan), A menina no país das maravilhas (Daniel Barnz), As crônicas de Spiderwick (Mark Waters), WALL-E (Andrew Stanton), Fome (Steve McQueen), Speed Racer (Andy Wachowski, Lana Wachowksi), Tokyo (Jon-ho Bong, Leos Carax, Michel Gondry)

Melhores filmes.Cinematographe.2009

1. Bastardos inglórios (Quentin Tarantino)
2. Enter the void (Gaspar Noé)
3. A fita branca (Michael Haneke)
4. Um homem sério (Joel e Ethan Coen)
5. Star Trek (J.J. Abrams)
6. Eu matei a minha mãe (Xavier Dolan)
7. Amor sem escalas (Jason Reitman)
8. Inimigos públicos (Michael Mann)
9. Sherlock Holmes (Guy Ritchie)
10. Watchmen (Zack Snyder)

***

11. Politécnique (Denis Villeneuve) 12. Abraços partidos (Pedro Almodóvar) 13. O segredo dos seus olhos (Juan José Campanella) 14. Tudo pode dar certo (Woody Allen) 15. Coração louco (Scott Cooper) 16. O fantástico Sr. Raposo (Wes Anderson) 17. Chloe – O preço da traição (Atom Egoyan) 18. Corações em conflito (Lukas Moodysson) 19. Adventureland (Greg Mottola) 20. Micmacs (Jean-Pierre Jeunet)

***

Menções honrosas: Distante nós vamos (Sam Mendes), Avatar (James Cameron), Distrito 9 (Neill Blomkamp), Harry Potter e o enigma do príncipe (David Yates), Mother – A busca pela verdade (Joon-ho Bong), (500) dias com ela (Marc Webb), O desinformante (Steven Soderbergh), À procura de Elly (Asghar Farhadi), É proibido fumar (Anna Muylaert), Ganhar ou ganhar (Thomas McCarthy), Up – Altas aventuras (Pete Docter, Bob Peterson), Onde vivem os monstros (Spike Jonze), Titãs – A vida até parece uma festa (Oscar Rodrigues Alves e Branco Mello), Redline (Takeshi Koike), Direito de amar (Tom Ford), Lunar (Duncan Jones), Se beber, não case! (Todd Phillips), Zumbilândia (Ruben Fleischer), Vício frenético (Werner Herzog), Sede de sangue (Chan-wook Park), Gentlemen Broncos (Jared Hess), Polícia, adjetivo (Corneliu Porumboiu), A caixa (Richard Kelly), Um professor em apuros (Mike Million), O brilho de uma paixão (Jane Campion)

Deixe um comentário

7 Comentários

  1. André,

    Que compilação! Ufa! Parece-me, apenas parece-me, já que sofro de astigmatismo, logo posso ter pulado alguma linha, que você não citou obras como: Mar Adentro, As invasões Bárbaras e Manderlay. Confere ou estou errado?
    Abraços!
    Carlos Lira

    Responder
    • André Dick

       /  1 de fevereiro de 2016

      Prezado Carlos,

      As invasões bárbaras está na primeira lista, e o filme com Barden entraria nela, mas teria de reavaliar. Quanto ao de Von Trier, não consegui terminá-lo, então não poderia avaliar.

      Um abraço,
      André

      Responder
  2. Gosto da lista, mas a Pixar fez grandes obras na decada como: Mostros S.A, Procurando Nemo, Os Incriveis, Wall-e e Up – Altas Aventuras. Não se trata apenas de uma simples presença. Enfim discordar faz parte, continue com o ótimo trabalho.

    Responder
  3. Não acho que Miyazaki tenha sido tão marcante e muito menos superior a Pixar.

    Responder
    • André Dick

       /  1 de fevereiro de 2016

      Prezado Lucas,

      agradeço pelo comentário sobre o blog! Quanto aos desenhos da Pixar, coloquei todos nas menções honrosas, exceto Monstros S.A. (gosto muito da continuação). Acho o trabalho do Miyazaki nesta década superior ao que a companhia fez, principalmente O castelo animado, que me parece ter influenciado diretamente Up. Mas é um ponto de vista pessoal, já que a Pixar se destacou junto ao público mais do que o cineasta japonês. Volte sempre!

      Um abraço,
      André

      Responder
  4. Miyashiro

     /  10 de fevereiro de 2016

    Opa André!
    Acompanho seu blog faz um tempo já, sempre leio mas nunca comento hehehe.
    Olhando esta lista vi um negócio que não tinha como ficar quieto. kkkk
    Você colocou o Hollow Man na frente de Quase Famosos? No ano 2000. Caraca sempre achei esse filme ruim, vi esses tempos na tv e não envelheceu bem. Reagi assim porque Almost Famous é um dos meus filmes favoritos heheheh.
    Desculpa o desabafo!
    Vlw e curto demais seu trabalho!

    Responder
    • André Dick

       /  10 de fevereiro de 2016

      Miyashiro,

      Agradeço por seu comentário sobre o blog. Quanto à lista, confesso que tirar Erin Brokovich e Quase famosos da lista dos 10 melhores não foi fácil, pois gosto especialmente muito desses filmes. O homem sem sombra vi há pouco tempo e veio antecedido de tantas críticas ruins que achei justamente o contrário. O clima de John Carpenter e O enigma de outro mundo pelo olhar de Verhoeven me agradou, e o elenco está ótimo, principalmente Kevin Bacon. Mas também gosto muito de Quase famosos.

      Volte sempre!

      Abraços,
      André

      Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: